sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O Hobbit,Uma Jornada Inesperada. (The Hobbit,2012)


Ainda bem que na época em que o livro O Senhor dos Anéis foi adaptado para o cinema, a indústria cinematográfica não tinha AINDA a mania de querer dividir em vários filmes, com a única desculpa de apenas lucra mais dinheiro. Tudo isso começou com o ultimo filme da saga de Harry Potter, e depois com Crepúsculo. E agora Peter Jackson comete o mesmo erro com o Hobbit.

   Todas a jornada dos nossos heróis  que vimos em o Hobbit remetem a mesma vista em A Sociedade do Anel, mas em o Hobbit essas cenas são longas demais. O filme nos apresenta uma fantasia mais...como posso dizer.... mais light, como aquelas que estávamos acostumados quando assistíamos nossos filmes dos anos a 80 como: Caravana da Coragem, Willow na Terra da Magia e por ai vai.

   Mas isso não me incomodou, pois já tinha lido o livro e sabia o que me aguardava no cinema. O que atrapalha são suas quase três horas de filme, um exagero(já que se trata de um livro de 296 páginas) ,e ainda por cima vem mais dois filmes. Você percebe que Jackson tenta encher linguiça em vários momentos do filme, chegando a causar sono.

Pelo menos no filme eles tentam dar um pouco mais de razão a jornada de nossos heróis. Para quem não leu o livro, nesse mesmo, eles parte apenas com o objetivo de ter para si, o tesouro roubado pelo dragão Smaug. No filme o líder dos anões Thorin parte junto com os outros para vingar o lar de sua raça que foi destruída pelo dragão e os Orks.

 As cenas de ação, são dignas de desenho animado no melhor estilo Lunney Tunes, onde os personagens derrubam seus oponentes com se fossem pinos de boliche, onde eles caem de um penhasco sem sofrer nenhum arranhão.
   Se tratando de inimigos, o grande vilão é o dragão Smaug, mas infelizmente ele não aparece tanto assim.A o invés disso ele colocaram um ork digital que passa a persegui-los, pois se trata do grande inimigo de Thorin.

   Os anões , tirando Throrin e o mais velho, os outros não apresentam personalidade alguma. São um bando de palhaços que se, na versão para o cinema Peter Jackson quisesse matar um ou dois , simplesmente não faria falta a trama.

   Mas é divertido, da pra assistir. Não foi como a trilogia do Um Anel,mas tem seus méritos.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Marina (Carlos Ruiz Zafón)


Terminei agorinha de ler Marina, não aguentei esperar, precisei escrever minha humilde opinião sobre este belo livro infanto-juvenil. Mas que todos os adultos devem ler, pois aqueles, que assim como eu são fãs de Carlos Luiz Zafón vão apreciar esta obra tanto quanto seus romances voltado para o público adulto (A Sombra do Vento & O Jogo do Anjo).

   Devo confessar que a história não me empolgou tanto assim no início. Mas uma coisa que me surpreendeu foi constatar que autor mesmo escrevendo para jovens leitores, continua com aquela narrativa que agrada os adultos. Aquela mesma linha de mistério e tensão.

 Ler marina, serviu para comprovar uma certeza que eu já tinha: Zafón É o melhor.Sua linguagem poética envolve nós leitores numa viagem, que infelizmente sabemos que a medida que vamos lendo,ela vai acabar. 

Um pouco diferentes de seus romances para adultos,neste livro o lado sobrenatural é mais marcante e acentuado, como já estava acostumado com seus livros para adultos, em um determinado momento eu cheguei a duvidar se aquelas situações meia que fantasmagórica eram reais ou coisa da imaginação do nosso protagonista Óscar Drai.

Os momentos finais,são dígonos de um filme hollywoodiano com ação e ao mesmo tempo emoção.Bem, espero que a editora lance seus outros livros infanto juvenis, como a  trilogia O Príncipe da Névoa.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Vice-Versa (1988) Clássico Sessão da Tarde!!!!

Os Clássicos são para sempre, principalmente os da Sessão da Tarde,e ainda bem que foram muitos. Vice-Versa não poderia passar em branco.
  
Esse divertido filme dos anos 80 conta com um elenco super conhecido de sua época Judge Rinhold (Marshall Seymour e Charlie Seymour) O ator é mais lembrado pelo seu papel no filme Um tira da Pesada. Fred Savage ( Charlie Seymour e Marshall Seymour) o eterno Kevin Arnold, da série Anos Incríveis) e também Corinne Bohrer (Sam).

   O filme conta aquela velha história clássica da troca de corpos. Marshall é um pai de família divorciado que não tem muito tempo para seu filho Charlie, que passa os finais de semana com o pai, já que no resto da semana  mora com a mãe.Charlie é o típico adolescente, com seus problemas na escola, como já sitei antes a ausência do pai. Sua fuga é a paixão pela bateria que ele adora tocar.
   
Durante uma viagem de negócios para a China, Marshal compra uma imensa quantidade de vasos para serem comercializados no shooping em que ele trabalha. Mas propositalmente, ao chegar em Nova York, ele descobre que sua peça havia sido trocada "por engano". Mas nem ele nem seu filho desconfiam que a tal peça tem poderes mágicos, e os dois trocam de corpos.

   A partir dai, começam acontecer situações bem engraçadas. A nova geração já acompanhou esse tipo de filme aqui no Brasil com  Se Eu Fosse Você,podemos até citar o remake do filme dos anos 70 Freaky Friday (Um dia Muito Louco) com a brilhante Judie Foster.

Mas Vice-Versa é tão bom quanto esse filmes, a produção não exagera nos efeitos especiais (até porque naquela época, quanto mais efeitos, mais caro o filme.) É uma produção para assistir com a família. Diversão garantida.  

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Entrevista com Joyce Hyser do filme Quase Igual aos Outros (Just One of The Guys,1985)


Já havia postado um comentário sobre um dos melhores filmes dos anos 80 (Quase Igual aos Outros). Lá estava eu, procurando alguma coisa sobre os bastidores dessa ótima comédia, quando encontrei uma rará entrevista com a carismática Joyce Hyser. Segue agora a tradução. Espero que gostem tanto quanto eu gostei.

Qual foi sua primeira impressão com relação ao filme? você o via apenas como mais uma comédia adolescente, ou era mais uma profunda declaração do sexismo/feminismo e status social.

Joyce: Embora o filme esteja disfarçado como uma comédia boba e divertida, eu fui COMPLETAMENTE fisgada por esse projeto ele gera uma mensagem revolucionária bastante identificável (tanto para os jovens GAROTOS como para as jovens GAROTAS) O filme na verdade funciona de várias maneiras e níveis diferentes, e lida como muitas questões dos jovens como a homofobia e até a pressão que é imposta a eles, para se conformarem com certos ideais.
Isso sempre me surpreendeu, pois na época em que o filme foi lançado, eu não fui julgada pela soma de todas as partes. Eu sempre dei boas gargalhadas com relação as repetitivas críticas, que diziam  que eu "não convencia como garoto." sério!!!! ta brincando, né?. Eu não ERA um garoto. Na verdade eu deveria ser um garoto. Eu era simplesmente, uma garota no ensino médio FINGINDO ser um rapaz.
   Eu tive minhas dúvidas quando li o script pela primeira vez,mas quando eu conheci Lisa (Gottlied, a diretora) e começamos a falar sobre o personagem e suas idéias para o filme. Eu sabia que tinha a oportunidade de fazer um filme que tivesse mais seriedade, do que seus filmes habituais de comédia adolescente. O filme está definitivamente datado,mas ele é cheio de subtextos interessantes que repercute nos dias de hoje.

Você lembra de como foi o processo de teste para o papel de Terri Griffith?, você estava nos seus 20 anos e interpretar uma garota no 2º grau?

Joyce: Na verdade, eu estava com 26 anos e eu fiz um teste para o papel, tiveram três mulheres para fazer o teste, uma dela era Jennifer Jason Leigh. Eu estava nervosa na hora, com relação a Jennifer, porque ela já tinha conseguido pegar um outro papel meu, em um outro teste que fizemos. Mas logo depois que eu terminei a audição, eu me senti muito confiante. Eu não conseguia imagina mais ninguém que pudesse interpretar  aquele personagem melhor do que eu.

Eu preciso perguntar duas coisas com relação as  transformações físicas. Primeiro o corte de cabelo. Como foi que você se sentiu tendo que cortar o seu cabelo? Você teve que usar uma peruca por causa das primeiras cenas. Quanto tempo levou para seu cabelo voltar a crescer?

Joyce: Na verdade eu tinha um cabelo muito longo antes do filme, eles tiveram que cortar e fizeram uma peruca para as cenas que eu apareço de cabelo grande, aliais peruca essa que eu odiava!!!, eles gastaram uma fortuna com a peruca. Meu cabelo crescia muito rápido, então não demorou muito tempo para ele voltar a ser o que era antes. é engraçado, porque nunca mais eu tive meu cabelo curto novamente, depois disso. Na verdade foi uma coisa até que agradável.


A segunda pergunta, refiro-me a cena do topless. A cena que você revela ser uma garota é memorável. Ela estava no Script original, você teve alguma restrição com relação a nudez, qual foi a sua reação  depois que o filme foi lançado, e nos dias de hoje. 

Joyce: Eu estava relutante em fazer a tal cena reveladora. Lisa (Gottlieb, a diretora) recentemente me relembrou da história que definidamente firmou na minha cabeça a decisão de não mostrar nada. Eu tinha conversado sobre o script e a cena com uma amigo muito próximo, um outro ator, que tinha me aconselhado contra a cena. Seu argumento foi mais ou menos assim: "querida, com esses peitos, se você fizer o topless nessa cena,futumente quando você for conhecer alguém essa pessoa não vai olhar para seus olho'. Isso me fez pirar.
   A coisa mais maluca que me fez querer filmar a cena da forma que nós a fizemos foi o seguinte , foi porque foi feita muito tempo antes do surgimento da internet,se eu tivesse conhecimento que um dia essa cena iria parar em um site pornográfico, eu nunca teria filmado ela. No fim das contas eu decidi fazer a cena , pois sabia que ela serie essencial para o desdobramento da história e não seria algo gratuito.
   Depois do lançamento do filme. Eu não precisei lembrar a nenhum garoto quando alguns deles vinham falar comigo,que eles teriam minha atenção olhando apenas para meu rosto, pois seios não possuem boca

 Boddy, interpretado por  (Billy Jayne), e sua personagem tem uma grande química como irmão e irmã na telona,e nas cenas que você vai e volta (como garoto e garota) são uma das minhas favoritas no filme. Isso aconteceu naturalmente, ou estava no roteiro ou foi improvisado?

Joyce: Billy e eu nos divertimos muito juntos, ele era uma cara maduro de 15 anos e eu era uma imatura de 26 anos, então a idade não foi problema. Embora o nosso comportamento fosse um pouco obsceno  foi feito para ser assim, como se estivéssemos voltando aos tempos daquelas comédias excêntricas do colegial. Algumas coisas foram compostas a medida que íamos filmando,mas a maioria está no script.


Como foi trabalhar com Billy Zabka (Greg Tolan). Não havia ator melhor para interpretar o valentão da escola, dos filmes dos anos 80 do que ele. O próprio consegue fazer você ter um grande desgosto em segundos, logo depois que seu personagem aparece. Como era ele por trás das câmeras? 

Joyce: Billy Zabka é um cara super gentil, falando cério, ele não tem nada dos personagens que ele já interpretou.
Quase Igual aos Outros
Super Clássico dos anos 80

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O Rio do Desespero (The River, 1984)


Apesar deste filme ser de 1984 eu nunca tinha assisto,de uns tempos para cá não sei dizer o porque,mas fiquei com um grande interesse em assisti-lo. Procurei para locar mas não encontrei, até em sites de livrarias...mas... foi em vão. Mas consegui adquiri-lo.

   Para que não conhece o filme conta a história de um jovem casal de fazendeiros Tom Garvey (Mel Gibson) e Mae Garvey (Sissi Spacek) os dois, juntos com seu casal de filhos precisam enfrentar a força do rio para evitar que sua fazenda vá literalmente por água abaixo. Fora isso eles precisam encarar os poderosos locais que querem construir uma represa na cidade, mas para isso terá que inundar boa parte de onde se encontra os outros fazendeiros, gerando uma onda de pobreza.

   A pobreza e as diversidades que o casal enfrentam é a questão principal (eu achava que seria a força da natureza) E ela é mostrada até onde vai o extremo onde uma pessoa pode se encontrar em uma situação como essa.
SPOILER

O final do filme não foi tão satisfatório assim, pois termina a partir de onde termina a primeira sequencia de abertura (quando o casal tentar conter o avanço do rio). Ou seja, a qualquer momento eles poderiam sofrer mais uma fez com o ataque do mesmo. E os outros fazendeiros? tudo bem que eles seriam ressarcidos, mesmo assim deveria mostra-los comprando novas terras e recomeçando suas vidas novamente,uma vez que o filme mostra que a união faz a força e se não fosse por eles a família Garvey não teriam conseguindo mais uma vez aquela momentânea vitória.

FIM DE SPOILER

Talvez se não fosse pelas suas duas horas de duração, o próprio poderia ser visto mais vezes(por exemplo, uma vez por ano). Mas vale a pena dar uma conferida, se você ainda não assistiu,os efeitos são muito bons e os dublês fazem um bom trabalho.

domingo, 18 de novembro de 2012

A Saga Crepúsculo,Amanhecer Parte 2 (The Twilight Saga: Breaking Down part 2, 2012)


Chegou o grande fim da Saga Crepúsculo iniciada pela até então desconhecida e novata escritora Stephenie Meyer. Como já tinha lido toda a saga, confesso que não fiquei tão empolgado  pois achei os dois últimos livros os mais fracos,bem mas não estou aqui para falar do livro.

   Amanhecer parte dois, começa exatamente de onde terminou o primeiro. As pessoas pelo menos ficam ansiosas para ver como será a transição de Bella para a vida eterna. Para quem não leu o livro ficam as perguntas: qual será seus poderes? será que ela terá muita força? e sua filhinha Renesmee?

Por falar em Renesmee, chega a ser bizarro vê-la bebê pois seu rosto foi gerado digitalmente, só não nota quem não quer. O amor (doentio) de Bella e Edward é mostrado apenas no começo, pois logo depois os dois pombinhos e o resto da família precisam se proteger contra os ataque dos Voluture, para isso o casal viaja por vários cantos do mundo a procura de aliados para a derradeira batalha. 


Aliais, batalha essa que no livro não tem nada. Pelo menos quem for assistir ao filme vai se surpreender com a luta, nem se compara com a do filme Lua Nova, foi tudo que eu queria ter lido no livro...mas...como eu disse antes.... Não espere um GRAND FINALE, afinal, assim como o ator  Taylor Lautner disse em entrevista aqui no Brasil o fim está igual ao do livro.


Ficaram confusos agora?
Pois então vão ao cinema conferir



  Mas Bella está muito bem como vampira, acho que muita gente vai lamentar o fato dele ter demorado tanto tempo para sofrer a transformação.   Mas é compreensível, afinal é uma história voltada para o público feminino, onde as mulheres são o sexo frágil. Podemos até encarar a transição de Bella, de humana para imortal e com toda a sua força. como uma metáfora a jovem mulher que agora ao tornar-se mãe é capaz de qualquer coisa para proteger sua cria de qualquer ameaça.






domingo, 4 de novembro de 2012

O Clã dos Magos (Trudi Canavan,The Black magician´sGuide)

Lá estava eu passeando pela livraria quando me deparei com esse livro. A capa me chamou a atenção(eu sei, não podemos jugar um livro pela capa). . . mas. . . eu fiz mesmo assim.
   
Mas não comprei de cara, cheguei em casa e pesquisei primeiro. As pessoas falavam que o começo da obra era muito devagar, ao comprar o livro, concordei em partes,pois o livro se divide em duas partes:
   Na  1ª Temos a fuga de Sonea, que no meu ponto de vista essa parte um poderia ter sido bem menor. A 2ª (eu não vou contar para não conter spoiledrs). . .mas é bem melhor.

   Mas vamos ao que interessa. 
Sonea é uma jovem nos seus 30 anos de idade, é uma pessoa que vive na pobreza, não sabe ler nem escrever. Como se não bastasse vive em uma sociedade controlada por um rei, que convoca o clã dos magos todos os anos para fazer uma "limpeza" nas ruas. 

Um grupo de rebeldes se reúnem para enfrentar  em vão os imponentes magos com suas túnica e ar de quem tem o rei na barriga. Cery é uma amigo de longa data de Sonea, que decide se reunir ao grupo, que os atacam com pedras e frutas, mas os poderosos magos usam um escudo protetor que impede que sejam atingidos.

   É quando Sonea com toda a sua irá ao lançar uma pedra, mentaliza que ela atinja seu imponente inimigo. É o que termina acontecendo. Imediatamente os magos percebem que Sonea  é uma maga em potencial. Nossa heroína foge em seguida, pois acha que os magos querem mata-la mas o que eles querem é ajuda-la a controlar seus poderes antes que seja tarde de mais para ela e aqueles que vivem ao seu redor.

  O livro é contado na terceira pessoa, ou seja  nós ficamos sabendo coisas que a protagonista ainda vai descobrir. Esse tipo de narrativa me incomoda um pouco, mas nesse livro funciona bem.

A altora termina o livro em aberto, para os eventos do segundo livro. Acho isso um risco, pois se o livro não fizer sucesso, teríamos um história contada pela metade. Mas ao mesmo tempo acho perfeito pois estimula os leitores a querer saber mais sobre a saga.


 .

sábado, 27 de outubro de 2012

A Lontra Travessa (Ring of the Bright Water,1969)

Antes de começar gostaria de pedir para o jovem leitor, que não confunda A Lontra Travessa com esses filmes babacas sobre animais falantes que ajudam criancinha ou tentam salvar o mundo.

   Assisti esse filme quando era crianças, não sei se foi mais de uma vez. Mas lembro que gostei bastante (e quem assistiu na época também o adorou.) Mas apenas esse ano tive a oportunidade de rever (e telo para sempre na minha coleção), pois não conseguia de jeito nenhum me lembrar do nome do filme, depois de muita pesquisa consegui.

  A película conta a história do jovem britânico de 40 anos Graham Merrill (Bill Travers) que compra uma lontra depois de vê-la na vitrine de uma pet Shop. Mas Mij (a lontra) começa a bagunçar seu apartamento e Graham é obrigado a se mudar para a Escócia. Lá Graham conhece Mery Mackenzie (Virginnia McKenna, uma médica e logo eles se tornam grandes amigos.



   O filme foi baseado no livro do autor Gavin Maxwell. Ring of The Bright Water, que assim como o personagem do filme queria escrever um livro sobre pântanos, mas depois que encontrou uma lontra escreveu o livro sobre o animal que ele tanto amou.
   O filme ainda emociona. Tem uma bela fotografia e imagens belíssimas. Pena que nunca foi lançado por aqui em dvd,se fosse em blu-ray, ai, seria melhor apreciado. Mas não importa a mídia. A Lontra Travessa,é  um filme que ultrapassa gerações. É uma vergonha o mercado de home-vídeo aqui nunca ter lançado essa obra prima da sétima arte.

Blu-Ray Tubarão edição de 100 anos da UNIVERSAL

O Primeiro Blu-ray, agente nunca esquece 

"vamos precisar de um barco maior"
Essa frase que todo fã conhece, foi improvida por Roy Scheider
Comparado com outros Bru-rays, esse tem uma luva mais grossa, para poder comportar o livro
Spielberg:
"o fato do tubarão não funcionar foi uma dádiva. Fez com que eu filmasse  como Alfred Hitchcock"
 A produção:
Spielberg:
"Eu me senti confiante nos primeiros 35 dias de filmagem. Tinha sido tudo filmado em terra. Só quando fomos para o mar,para os 25 ou 30 dias que faltavam,é que tudo se tornou um desastre."
O livro possui um  monte de informações sobre a produção. A capa é feita de uma cartolina bem dura(no primeiro momento achei que fosse de capa dura). O restante das páginas são em papel couche.
 Olha a arte interna. E a famigerada copia digital
o filme foi filmado na praia Martha´s Vineyard,cuja visão de 180º do mar,mostrou-se perfeito para Tubarão.
Tubarão finalmente completou a produção e, 6 de outubro de 1974,104 dias além do cronograma. Spielberg pensou que sua carreira tinha terminado.Entretanto, quando Tubarão estreou em 20 de junho de 1975,ele descobriu que estava apenas começando.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Vítima do Medo (Bad Ronald ,1974)

Vítima do Medo

Finalmente depois de 25 anos mais ou menos,consegui encontrar esse filme.
   Eu o assisti quando era criança, na extinta REDE MANCHETE. Não conseguia me lembrar do nome do filme, mas lembrava da história.

   Em Vítma do Medo,um jovem rapaz depois de sofrer agressões verbais por parte de uma garota, com raiva ele a joga no chão,a garota mete a cabeça no meio fio e morre.
   Assustado o menino volta para casa, e conta o fato ocorrido para sua mãe, essa por sua vez com medo que a policia prenda seu filho, decide esconde-lo em um compartimento secreto que fica na dispensa da casa.
   
Mas,sua mãe termina falecendo, sem poder sair o menino fica por lá mesmo. Até... que uma outra família decide comprar a casa. O rapaz então, passa a observar a família através das paredes. 
   É quando todo o suspense começa... 

   O filme é antigo... eu sei... mas acabou de tornando um CULT para os bons admiradores do gênero. Consegui encontra-lo, pois quando o pesquisei no google, digitei em inglês a sinopse do mesmo, e para minha surpresa lá estava ele.

   Espero que tenha ajudado a alguém, que  assim como eu  gosta desse filme excelente THRILER

domingo, 30 de setembro de 2012

Retorno ao Labirinto (Return To Labyrinth)

Retorno ao Labirinto
Para quem não sabe, essa é a continuação de um dos meus filmes preferidos dos anos 80. (Labirinto A Magia do Tempo. Labyrinth 1985). O filme conta com a presença de David Bowi e a bela e simpática atriz  Jennifer Connely.
   
Para aqueles que já assistiram a produção, sabe do que estou falando.
 Se existe algum fã do filme que tem dúvidas se vale a pena ou não ler esse manga, eu respondo que SIIIIIIIM.
   
Nesta nova aventura, Tobbey agora é um adolescente (daquele tipo que não gosta de estudar) Mas assim como sua mãe e sua irmã Sarah, gosta de atuar nas peças da escola. Sem nenhuma lembrança do que ocorrerá com si próprio (claro. . . afinal ele era apenas um bebê) Tobbey segue sua vida,sem saber que o Rei dos duendes Jereth vem o observando todos esses anos. E agora, ele o levará de volta ao labirinto, e vai querer transforma-lo no novo rei dos duendes.

O manga foi lançado aqui no Brasil, mas até o volume 3. Coincidentemente, com exceção do  vol 4 (eu só tinha até o 2º volume), eu avistei o vol 3 caminhando no shopping. Fiquei animado  e feliz em saber que finalmente havia sido lançado em nosso idioma. Mas a  alegria durou pouco, pois o último volume nunca foi lançado.

   Realmente esse manga foi feito para os fãs do filme, foi concedido graças a autorização da empresa de Jim Henson e seu filho Brian Froud. Os roteiristas fizeram uma história em escala bem maior, ampliando o universo que nós já conhecemos, apresentando novos vilões e mostrando por completo todo aquele mundo mágico.

Não sou fã de mangas, e por isso, me decepcionei um pouco com o visual de Sarah (parece mais a Velma do Scooby doo,kkkkk) Risos a parte o resto é muito bom.
   Originalmente o manga foi pensado em apenas três volumes,mas acharam melhor lançar mais um. Acontece que o último volume levou nada mais nada menos que dois anos para ser lançado (coitado dos americanos).

Bem gente,  fico por aqui. Quem tem os volumes em português aconselho comprar em inglês,para poder completar a coleção e claro concluir a leitura.

Veja o vídeo com a coleção:
Coleção Labirinto A magia do Tempo

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Uma galera do Barulho (Saved By The Bell,1989,1993)

   

Para quem nunca ouviu falar na série de TV Uma Galera do Barulho  (Saved By The Bell),foi uma das melhores coisas que passavam na época. O sucesso foi imediato nos E.U.A teve 4 temporadas e contava a história do canastrão Zack Morris a lider de torcida Kelly, Lisa, Jessica (a + alta), Slater e Screetch (Dustin Diamond).


   Mas esta postagem não é exatamente para falar da série, e sim, do livro escrito por Diamound: Behind The Bell. Neste livro (que eu não li), o ator conta curiosidades sobre  os bastidores, mas principalmente, ele mete o pal em quase todos do elenco. . . É parece que as coisas não eram tão divertidas como víamos na telinha.

   Parte deste trecho foi tirado de um blog de uma americana que assim como eu, também gosta da série. Ela leu o livro e postou alguns  escândalos. Vamos a eles:


 1º) Dustin diz ser totalmente o oposto de seu personagem Scratch é na verdade um grande pegador, na maioria eram as extras (figurantes) que apareciam toda a semana na série e também,agarrava as da Disneyland (até que ponto isto é verdade?. . . não sabemos já que o livro foi escrito pelo próprio)


Mario Lopez, violentou uma das atrizes da série e o canal NBC pagou o silêncio da mesma com uma quantia em dinheiro. Sem dúvida uma das piores acusações que tem no livro.!!!!!! mas apesar de mencionar este fato, o mesmo não entra com mais detalhes.


3º) Tiffani Amber Thiessen (Kelly) traiu  namorado e ator Eddi Garcia , ao mesmo tempo com Mark Paul Gosselaar (Zack) e Mario Lopez (Slater). . . é,a menininha era virada. Mas, o ator terminou descobrindo tudo e acabou o namoro.


4º) No episódio No Hope With Dope (no qual os personagens fazem uma campanha para os jovens não fazerem uso das drogas) por trás das câmeras não era bem  isso que acontecia. Dustin, diz que as drogas e a bebida corriam solta pelos SETs. Diz também que sentiu cheiro de maconha saindo do camarim de Tiffani Amber Thissen.


5°) Elisabeth Berkley, também transou com ambos os atores Paul e Lopez, mas apenas uma vez. Dustin Diamond parece ter um carinho especial com a triz, pois ele não faz tanta menção a mesma. Mas ele diz que quando ela soube que Amber Thiessen transou com os dois, ela fez de tudo para conseguir o mesmo.


6º) & 7º) Lark Voohes era a mais desleixada das três, mas a garota do blog, acha que Lark foi a pessoa mais santa na face da Terra. A mesma levou um certo temo para "sair do seu casulo" 

Quando a triz foi noiva do ator Martin Lawrence, ele abusou dela (no mínimo com palavras ofensivas). Dos escândalos narrados no livro, este foi o mais abstrato que ele tenta expor. Ele praticamente sugere que Martin Lawrence fez algo com a atriz que a deixou mais reclusa e menos comunicativa.

 Se você tem interesse em comprar o livro. A garota do blog diz que vale compra-lo.Apesar  que a própria ver o livro com caça níquel. Já que não dar tanta credibilidade nas coisas que Diamond descreve nos livros, o quanto tudo isso é verdade ou até onde ele pode ter produzido certas notílias.


   Contudo,nas cercas de 300 páginas você terá bastante informação sobre os bastidores da série, ela o leu em apenas um único dia. Vale salientar que o livro não foi lançado aqui no Brasil, e nem vai. Já que a série em DVD nunca deu as caras.

  

  

   

domingo, 29 de julho de 2012

Batman, O Cavaleiro das Trevas Ressurge,2012. CINEMA (Batman, The Dark Knight Rises, Christopher Nolan)

 Quando o primeiro filme da franquia de Christopher Nolan passou nos cinemas eu pensei: "la vem eles com mais um filme do Batman'. Ou seja nem me interessei. Mas depois que vi em DVD fiquei abismado com o tom mais sério e tenso que o diretor deu ao seu novo Batman.
  Quando o segunda filme da série passou nos cinemas, também não assisti. As pessoas na época,falavam muito do coringa de Heath Ledger, achei que estivessem exagerando,mas novamente me enganei, e quando assisti constatei que havia sido melhor que o primeiro.


   Agora Nolan "encerra" a trilogia com chave de ouro, fechando o arco que foi criado em 2008. Desde a trilogia De Volta para o Futuro e O Senhor Dos Anéis,que eu não tinha acompanhado um desfecho tão digno de aplauso.


   Nesta última parte da franquia. A história se passa oito anos apos o segundo filme. Bruce Waine não quer mais saber do morcegão, já que ele assumiu a morte de Harvey Dante e a sociedade  ver Batman como vilão. 
   É quando surge Bane, um terrorista que consegue causar um caus bem maior em Gotham City querendo não só acabar com Batman mas também destruir toda a cidade. Este último vilão da trama é  tão forte e inteligente quanto o nosso herói.
  Mas o nosso herói não está sozinho desta vez um novo personagem aparece na trama: Selena (Anne Hathway) (mais conhecida como A Mulher Gato) A atriz da um show em todas as cenas em que aparece. A pesar do tom sério que o filme tem, é ela que trás  uma pitada de humor a trama.


   Assim como Mulher Gato outro personagem importante  é o jovem policial Blake (Joseph Gordon Levitt) que passa a ser um dos poucos policiais a lutar contra o terrorismo instalado por Bane. Se tivermos uma nova trilogia seu personagem será importante.


   A trilogia encerra de forma perfeita!!!. Espero que Hollywood aprenda com Christopher Nolan que tão importante quanto ganhar dinheiro nas bilheterias com franquias, é desenvolver uma história que tenha consistência e respeite principalmente aquilo que foi estabelecido no seu primeiro filme.  

domingo, 8 de julho de 2012

O Espetacular Homem Aranha (The Amazing Spider Man, 2012.Mark Weeb



Dez anos depois do filme Homem Aranha de San Raime, vem o Reboot desta vez com: Andrew Garfield,Emma Stone,Martin Sheen e Sally Field. Um grande elenco.
   Fica meio inevitável não fazer comparações com os dois Peter Park. . . mas,não estou aqui para fazer isso. Cada ator fez o seu Peter. Claro,que Garfield teve que fazer o seu diferente, mas sem perder a essência do personagem que Stan Lee criou.


   Desta vez o estúdio (SONNY) optou em contar uma história um pouco diferente. Não sou fã de quadrinhos, mas sempre cresci sabendo que Peter  fora criado pelos tios, por causa da morte de seus pais. Mas, essa "nova" história de que seus pais são. . .sei lá o que. . .cientistas. . . simplesmente não me convence,  acredito eu, que muita gente pouca se importa com esses "novos" pais. Ainda falando neles, como o estúdio deseja fazer uma nova trilogia, o público fica sem saber o que aconteceu de fato (por que eles tiveram que abandonar o filho?),e o primeiro filme deixa isso em aberto. Sinceramente, na minha opinião estou mais interessado no romance de Peter e Gwen e o novo inimigo do que seus pais.


   Muitas pessoas não estão achando esse novo homem aranha, essas coisas toda. Mas isto é obvio, pois o público já viu três filmes do herói (vale salientar que o último não foi grande coisa), e por isso não fiquem assim tão maravilhados com ele. Mas o que agrava isso é o fato do estúdio querer recontar a origem do Homem Aranha. Totalmente desnecessário, pois o filme de Raime fez isso muito bem.


   O Incrível Homem Aranha é de fato um filme que garante a ida ao cinema e sua diversão.Vamos torcer para que no próximos filmes, o estúdio não cometa os mesmos erros do Homem Aranha 3, e  traga vilões bem interessantes, e que não tente humaniza-los tanto assim (na trilogia de San Raime, isso era muito chato). Apesar deles fazerem isso com o lagarto.  

sábado, 7 de julho de 2012

A Volta de Roxy Carmichael (Welcome Home Roxy Carmichael, 1990)

 


Lembo-me a primeira vez que ouvi falar sobre este filme; início dos anos 90 Rede Manche (é, eu sei...faz tempo). O narrador dizia: 'agora ela é rica e famosa,e está de volta. A Volta de Roxy Carmichael'  E nisso mostrava, claro, muitas cenas do filme inclusive Winona Ryder, Depois desse filme passei a gostar de Winona e assisti muito dos seus filmes, na época em VHS, hoje muitos deles nem se quer foram lançados em DVD aqui no Brasil :(

A Volta de Roxy Carmichael conta a história da mulher que dar título ao filme (Ava Fabian), que quando jovem deixou a cidade do interior onde morava, e foi foi tentar ser famosa (como todo americano quer ser). Quinze anos depois, a cidade prepara um grande evento para receber a super star.
   
   O seu retorno mexe principalmente com a cabeça da jovem Dink Bossetti (wynona) uma garota de 15 anos de idade, que não se veste como as outras meninas da sua escola, é considerada esquisita, e por isso está sempre sendo maltratada pelos colegas da escola. Mesmo asso, Winona nos dar um personagem muito simpático e fácil de se identificar. Dink parece ser uma pessoa que não gosta se sí própria, talvez isso justifique o fato de se vestir  toda esquisita, não consegue se relacionar muito bem com as pessoas. Mas ela passa a sentir algo pelo seu colega de classe Gerald Howells (Thomas Wilson Brown, mais lembrado pelo papel em Querida Encolhi as Crianças). 
Os professores não param de falar sobre a jovem, isso termina despertando o interesse da psicóloga Eisabeth (Lila Robins), que aos poucos vai conquistando a confiança de Dink, e as duas tornam-se colegas.  

                                            Dink                        Gerald                    Elisabeth

                                                      

  Quem fica também muito abalado com o retorno de Roxy, é Denton Webb (Jeff Danils) quando jovem foi apaixonado por Roxy e terminaram tendo uma filha. que Roxy nunca criou. Mas agora ele está casado e tem dois filhos, e o retorno de Roxy poderá trazer consequências para seu relacionamento com sua esposa. Conseguimos perceber que Denton é uma pessoa realizada e feliz,mas no seu interior mostra ser um pessoa sonhadora e que certa forma, nunca esqueceu Roxy
                                                                 
                                                                                        Denton

A Volta de Roxy Carmichael é filme que fala sobre dar valor a sí próprio e as  pessoas que gostam de nós, muitas vezes nem percebemos, por que elas estão diariamente em nossas vidas, que esquecemos o quanto elas são importantes e contribuem para nos tornar pessoas melhores.    






  

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Prometheus (2012, Ridley Scott)

Assisti Prometheus já faz um tempinho (18/06) mas só agora resolvi escrever sobre o que para mim foi um dos filmes mais esperados deste ano!!!!! :)
   O filme não poderia ter sido feito por nada mais nada menos que o próprio Ridley Scott , que escolheu um grande elenco para contar a origem de um dos melhores filmes da ficção científica dos últimos tempos; ALIEN (1979).
   
   Bem diferente do filme original, neste aqui de cara, já dar para saber quais os personagens que vão morrer, a heroína, o vilão. Mas se tratando de personagens; o ator Michael Fassbender, dá um show com seu personagem robô David,que consegue enganar qualquer um sobre sua verdadeira intenção. A personagem de Charlize Theron (Meredith Vickers)  também é bastante enigmática, com o passar do filme vamos sabendo o porque de sua personalidade forte. Já a atriz Noomi Rapace  (Elizabeth Shaw) começa bem fragil, mas aos poucos vai se tornando uma pessoa bem menos ingênua e guerreira, assim como nossa heroína, Ripley  (Sigourney Weaver)

   O grande problema de Ridley Scott, foi que ele preocupou-se muito em estar explicando tudo ao telespectador com aquelas imagens holográficas a respeito do "Space Jocker" (apelido dado por um fã, sobre a criatura que os tripulantes da nave Nostromo do filme de 1979 encontram.)
   Mas claro, para quem já viu o filme, ficamos sabendo que eles não tem nada haver com o do filme original.

   Mas Ridley consegue criar os mesmos cenários estranhos e característicos que estamos familiarizados, criados pelo artista Sueco H. R. Giger. Outro ponto positivo (e que me preocupou muito) foi se Scott iria manter a quele clima frio e tenebroso que adoramos em ALIEN, ou se teríamos um filme de ação e terror. . . Mas ainda bem, que ele ele optou pela primeira opção. 

   Pelo que pude constatar, Prometheus, conseguiu dividir opiniões: Alguns gostam e outros não. Eu fico com a 1ª opção, para mim o filme é perfeito (só o fim que poderia te tido um suspense melhor). Agora é só aguardar pela sua continuação.   

domingo, 1 de julho de 2012

As Aventuras do Caça Feitiço O Erro, LIVRO V (The Spook´s Mistake, Joseph Delaney)

Para quem ler As Aventuras do Caça Feitiço, sabe que no livro quatro as coisas começaram a piorar para o nosso jovem aprendiz Tom Ward.
   Desta vez, o mestre Gregory envia seu aprendiz para aperfeiçoar seus treinamentos contra arte das trevas com um novo Caça Feitiço, Bill Arkwright , que um dia já foi aprendiz do velho Gregory. Chegando lá as coisas não são tão fáceis para Tom; já que , Bill possui alguns "demônios internos", pois ele é um alcoólatra, e seus pais que morreram, ainda não fizeram a passagem, tornando assim, o aprendizado de Tom bastante árduo. Sem mensionar o fato de estar longe de Alice.

Agora que o Maligno está solto no mundo, Tom terá que ter muito cuidado já que, o seu maior inimigo enviou nada mais nada menos que sua própria filha para acabar com ele Marwena, uma feiticeira da água que pode paralisar seus oponentes simplesmente com o olhar. 
   Durante uma investida de ataque de Tom e Bill a Marwena, ela consegue matar Arkwright, agora que Tom está completamente sozinho, sua única esperança é  contactar Alice pelo espelho para ela alertar Jhon Gregory do perigo que se encontrara.

Alice chega sozinha,e descobre que Tom teve a orelha machucada quando lutou com Marwena. O velho Gregory havia partido para Pendle, pois estava a caminho da Torre Malking, para tentar conseguir mais informações sobre o Maligno nos Baús da mãe de Tom

Tom resolve partir com Alice para enfrentar Marwena, durante a jornada eles são conduzidos polo Sr. Gilbert (o barqueiro), mas Tom logo descobre o cadáver dele e que o Maligno assumira sua forma, mas foi tarde de mais, o Maligno termina sequestrando Tom e Alice. O Maligno termina indo embora, pois tinha outras preocupações, os dois agora estavam nas mãos de Marwena, a própria diz a Tom que seu pai enganará Jhon Gregory enviando-lhe uma carta e ele agora esta vindo ao encontro dela, era uma armadilha.

O velho Gregory chega onde Tom e Alice estavam, Marwena sai da água atacando ele mas com os olhos fechados Jhon Gregore consegue derrota-la golpeando-a com seu bastão. Os três decidem voltar para a casa do moinho (lar de Bill Arkwright) O Caça Feitiço não fica nada satisfeito em saber que Tom usara o espelho para comunicar-se com Alice. Chegando lá Amélia (o espirito da mãe de Bill) conta que seu filho está vivo.

O Caça Feitiço conta que leu nos livros da mãe de Tom, que o Maligno enviara Marwena para mata-lo, pois assim ele ganharia mais tempo na Terra e conseguiria dominar o mundo por milhares de anos,seria uma Nova Idade das Trevas. Jhon Gregory conta ainda mais que o Maligno havia sido Peiado,  ou seja: (ele estava preso e não poderia atacar Tom) mas o Caça Feitiço não sabe bem ao certo se foi a mãe de Tom que a criou ou não.

   Alice comenta para Tom a possibilidade de usar magia negra para enfrentar o Maligno; neste caso seria com o Cântaro de sangue , no qual pegaria uma amostra do sangue de Tom e da filha do Maligno, misturaria os dois dentro de uma garrafa e . . . pronto. . . o Maligno não poderia mais fazer mal a ele, nem mesmo Marwena. Tom claro, não aceita.

   Quando Tom finalmente consegue salvar seu mestre Arkright, eis que surge sua já conhecida inimiga Grinmalkin, para sua surpresa ela não o ataca e diz que está ali para "derrotar nossos inimigos" , grassas a sua ajuda em quanto ela ataca as feiticeiras da água, Tom consegue libertar seu mestre e chegar a superfície.

De volta a casa do moinho Tom é atacado por uma espécie de sangue suga, mas consegue vence-lo. O Maligno aparece paralisando Alice, Arkwright e John Gregory, sem poder fazer nada para se defenderem o Maligno ordena que tom vá para o pântano, lutar com sua filha, se não seus mestres e Alice morreriam. Tom aceita, mas independente de ganhar ou perder ele pede que o Maligno liberte os pais de Arkwright, o próprio aceita.

   Chegando por lá, Grinmalkin reaparece e diz que vai ajuda-lo. A prórpria conta que já vinha observando Tom de longe a um bom tempo,sabia onde ele estava grassas a Alice, que comunicava-se com ela pelos espelhos, pedindo que ela ajudasse Tom. Durante a luta Marwena consegue paralisar Grinmalkin, é neste momente que Tom consegue lançar sua corrente de prata sobre a feiticeira da água imobilizando-a. Grinmalkin arranca o coração de todas as feiticeiras da água, para que elas não ressuscitaram.  

Depois de tudo acabado Grinmalkin desaparece. Tom é levado de volta ao moinho, onde mais tarde  fica sabendo que Alice tentou ajuda-lo a se curar da febre que ele teve logo depois de enfrentar Marwena e as outras feiticeiras da água, mas John Gregory não permitiu.

De uma certa forma o Caça Feitiços conseguiu ouvir o que se passava durante a conversa de Tom e de Grinmalmik, ele fica bastante desapontado com o fato de Alice ter contactado a feiticeira assassina para ajudar Tom. John decide que Alice deve ser colocada em uma cova no quintal de sua casa em Pendle Tom ameaça ir embora e abandonar seu treinamento, o Caça Feitiço diz que se ele quiser. . . então que faça. Mas Arkwright intervem e acaba convencendo o seu antigo mestre de simplesmente deixa-la partir, no fim John Gregory concorda mas Tom não aguenta a separação muito menos Alice.

   Tom e Alice se despedem,mas antes, eles dão o seu primeiro beijo. Alice retira de sua bolsa uma garrafa e diz que ali dentro está o sangue de Mowena, que ela conseguira ao pegar a corrente de prata de Tom para lava-la, já que a mesma estava coberta de sangue da feiticeira da água. Tom não aceita e Alice começa a chora:
-Onde você vai Alice?
_Irei para casa. De volta para Pendle. De volta para o meu lugar. Nasci para ser feiticeira, e é isso que serei. É a única vida que posso viver agora...

   Após uma semana  o Caça Feitiço parte de volta a Chipenden Tom continuou seu treinamento com Arkwright, ao fim do treinamento os dois se despedem e Tom retorna para casa.
   Mas durante sua jornada de volta,Tom avista um estranho Batelão Negro, dentro dele lá no fundo das escadas estava o Maligno que conta que tem uma outra filha. . .  uma filha que só uma pessoa sabe seu nome, uma filha amada que um dia fará tudo que ele pedir essa filha chama-se: ALICE DEANE e ainda mais: a verdadeira mãe de Alice esta viva e enterrada em uma cova no quintal do Caça Feitiço ela é Lizzie Ossuda.

Agora Alice finalmente está livre, longe da influência e do olhar observador de John Gregory,  poderá voltar para Pendle, onde eventualmente assumirá seu verdadeiro lugar como líder e unirá os clãs de uma vez por todas.

   Tom não acredita e pergunta: -mas se ela é sua filha, como combateu tanto as trevas?
_Muito simples Tom. Ela fez tudo isso por você. Você era tudo que importava para ela, por isso ela abandonou a maior parte do treinamento em feitiçaria.

Agora Alice já sabe de tudo isso, pois quando ela usou uma posa d'água para agradecer a Grinmalkin por ter ajudado Tom,na verdade quem apareceu foi o Maligno, que contou tudo para ela.

   De volta a Chipenden Tom conta tudo ao Caça Feitiço,o mesmo diz que que o Maligno pode estar mentindo. Mas Tom fica na dúvida será que aquele sangue na garrafa é mesmo de Morwena, ou será que é da própria Alice.

   O Caça Feitiço entrega a Tom uma carta que sua mãe acabará de enviar para ele informando que precisará de sua ajuda e contará mais coisas para ele. Logo o garoto fica todo animado. Mas principalmente ele vai querer esclarecer algumas duvidas sobre Alice.
                                                                                   
                                                                               FIM  


   

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O Herdeiro Guerreiro (Cinda Williams Chima)

Às vezes fico procurando um livro para ler e sempre que ia na livraria me deparava com o Herdeiro Guerreiro,mas nunca o comprava terminava levando outro para ler, até que um dia resolvi levá-lo.
Confesso que concordo com algumas pessoas na net, cujo pesquisei sobre o livro antes de lê-lo que o livro é um pouco confuso no início mas depois a história vai melhorando.

Mas não demorou muito do meio pro fim, a aventura foi ficando cansativa e cheia de clichês do gênero de contos sobre o típico jovem americano do High School. Para piorar, fica claro que a novata autora Cinda Williams copiou alguns elementos do livro Harry Potter.

Já faltando dois capítulos para terminar o livro, não consegui ler assim tão rápido. O que era para ser a melhor parte da história, foi sendo a mais cansativa e decepcionante.

Bem antes de ler o livro, fiquei sabendo que Cinda Williams tinha criado uma trilogia os dois últimos chamam-se: O Herdeiro Mago e o Herdeiro Dragão. Apesar de ser uma trilogia posso dizer a vocês que o livro I, não deixa espaço para uma continuação.

Cindi Williams era professora universitária, que largou o ensino para se dedicar ao seu novo ganha pão, livros infanto juvenis. Ela deveria agradecer a J. K. Rowling por tamanha falta de criatividade.

Provavelmente o Herdeiro Gerreiro ganhará sua versão para as telas do cinema, mas nenhuma adaptação literária chegará aos pés do Senhor dos Anéis e Harry Potter.


terça-feira, 27 de março de 2012

O Poder dos Seis, (Pitaccus Lori)


John, conhecido mais como o numero Quatro está de volta. Desta vez a história dar continuidade algumas semanas depois dos eventos ocorrido no primeiro livro, após sua fuga com Seis e seu amigo Sam na luta contra os Megadorianos da cidade chamada Paradise.

Desta vez Pitacus divide a narrativa do livro em duas partes: logo de primeira já ficamos conhecendo Maria a número Sete que está em um convento na Espanha junto com sua Cêpan Adelina, que não aceita sua missão e quer apenas ficar ali no convento escondendo-se dos Megadorianos. Enquanto isso Sete apenas acompanhas as notícias pela internete sobre o fugitivo da léi John. Sempre maltrada pelas freiras e pelas outras meninas do convento, Sete sente-se isolada do mundo e sem amigos, podendo apenas contar com seu amigo Hector Ricardo. É quando ela conhece Ella, uma jovem menina de 12 anos que vai parar no convento. Mas a chegada de um certo homem misterioso faz com que Sete sinta que está sendo vigiada, seria ele um Medariano?.
Na segunda parte é claro que John, Sam e Seis continuma seus treinamentos aperfeiçoando seus legados.

O andamento da história vai seguindo de forma bem calma, o autor não quer correr com a trama e as coisas vão acontecendo de forma gradativa, mas logo ficamos angustiados para o grande encontro de Sete junto com Quatro e Seis.

SPOILERS

Gostei muito do fim desta obra, em aberto. Lembra o emocionante Gerra Nas Estrelas episódio V, onde a história não tem um fim deixando a trama para ser concluida no próximo livro.
Nossos amigos dividem-se em dois grupos: Seis decide ir para Espanha a procura de Sete, que nessa altura do campeonato já está sendo atacada pelos Megadorianos. John segue junto com Sam até a caverna onde Seis foi mantida em cativeiro e fugira (bem antes do 1º livro começar), pois ele precisa recuperar a arca de John que havia sido roubada pelos Megadorianos. Lá, Sam e John, na angustia de encontrar seu pai acabam encontrando o número Nove que estava preso em uma das celas. Chegando na saída da caverna uma grande nave aparece, e nela está Setrákus Ra (o lider dos Megadorianos). Mas os três terminam indo embora encontrar-se com Seis no local combinado
Ella na verdade é uma aeternus- possui a capacidade de se deslocar por diferentes idades.




sexta-feira, 23 de março de 2012

Jogos Vorazes (The hunger Games, 2012, CINEMA)


Chegou o grande dia da estréia mundial de Jogos Vorazes, a sala não estava tão cheia assim, mas foi um pouco chato tentar assistir o filme com a esteria das fãs do livro, pois elas gritavam a cada aparição dos personagens. Foi um saco!!! tive que trocar de lugar duas vezes.

Mas o filme está bem fiel ao livro de Suzanne Collins. Não esperava ver a violência que o livro passa para os leitores já que nos Estados Unidos a censura é bem severa, mas está tudo lá: o ataque das vespas, as primeiras mortes assim que o jogo começa, mas nada é mostrado assim de forma tão explicita, pois a câmera treme justamente para tentar esconder a barbaridade.

Os atores conseguem com grande maestria passar o clima de tenção que a história pede. Bem longe daquela coragem destemida que os personagens da série Harry Potter mostram diante de uma grande situação de perigo onde suas vidas podem acabar a qualquer momento. O clima futurista onde as pessoas do distrito 12 passam fome, dão um clima mais sério ao filme.

Neste ponto Jogos Vorazes, consegue mexer muito bem com a emoção dos nós telespectatores, tornando a história mais interassante de se assistir e dando mais realismo aos personagens.

Agora é só esperar pelo segundo filme da trilogia.

domingo, 18 de março de 2012

Jogos Vorazes (The Hunger Games, Suzanne Collins)

Jogoa Vorazes conta a história da jovem de dezessete anos katniss everdeen, em um futuro onde os Estados Unidos não existe mais e sim Panem formado por doze distritos que são comandados por uma capital, que obriga dois jovens de cada distrito na faixa etária de 12 até 18 anos a participarem dos Jogos Vorazes, onde eles precisam lutar até a morte e apenas um sairá ileso. Suam irmão Prim de apenas 12 anos é uma das sorteadas mas Everden se voluntaria no lugar de sua irma. É quando tudo começa.

Confesso que não tive interesse em ler este livro, pois o jugava se tratar de uma história bem infanto juvenil. Tive vontade de ler porque acompanho o vlog da Gabi Fadel e ele falou de uma forma que não tinha com não ter vontade de lê-lo. Realmente o livro faz jus ao título, a autora Suzanne Collins escreve muito bem e sabe desenvolver a trama de forma que o leitor fica abismado com a situação e a forma como a autora termina cada capítulo, levando o leitor a não querer largar a obra até a última página. Não se engane como eu, pois Jogos Vorazes é um livro para jovens adultos.

Podemos dividir a trama em duas partes onde a primeira, como todo bom livro somos introduzidos ao mundo futurista que a jovem Katniss vive. Bem diferente ao qual os jovens de classe média vivem, onde eles tem tudo nas mãos e não passam por dificuldades alguma. A segunda parte somos levados finalmente aos Jogos Vorazes onde Katniss precisará de toda sua técnica em caçar e fazer uso do arco e flecha para derrotar seus oponentes.

Atrama vai tomando um rumo mais tenso a cada capítulo que lemos. Umas das vantagens em se ler um livro que foi adapitado para as telas do cinema é que no livro conseguimos penetrar na mente de
katniss everdeen ficamos sabendo seus medos, suas inseguranças e de onde ele tira sua coragem para cometer a principal regra do jogo, matar. Mas não podemos jugar nossa heroína, pois para ela, essa situação foi imposta contra sua vontade, e se a própria não tivesse seus conhecimentos em caça e sua abilidade com arco e flecha, seu destino já estaria selado.

domingo, 4 de março de 2012

Poder Sem Limites (Chonicous) 2012

Poder Sem Limites












Grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Neste caso grandes poderes trazem grandes consequencias. O filme conta a história do jovem Andrew Detmer, um estudante muito tímido que sofre com as implicancias dos colegas da escola, depois de ser convidado para uma festa com seu primo Matt Garetty e logo depois de conhecer Steve Montgomery os três encontram uma um buraco que os leva a uma caverna que termina dando a eles incríveis poderes. Tudo vai indo bem até que Andrew fica fora de controle a medida que vai aperfeiçoando seus poderes.








A película tem aquele estilo bruxa de Blair, mas não chega a tremer tanto assim. Com o passar do filme a medida que os garotos vão aprimorando suas abilidades a câmera vai melhorando, recurso utilizado propositalmente pelo diretor.













O filme fala da questão moral; sera que se você realmente tivesse poderes usaria para o bem?




Estamos acostumados a ver os vilões da marvel sempre agindo de forma pensada e articulada para fazer mal a raça humana. Neste caso Andrew não pensa antes de agir, ele segue seus impusos e deixa se guiar pela raiva.








Coisa que acontece com esses jovens estudantes do ensino médio quando são agredidos moralmente por aqueles que deveriam ser seus amigos de classe, a consequencia são assassinatos em massa sem nehuma justificativa.
















Se apenas com armas os jovens são capazes de fazer uma tragédia dessas, imagine com poderes.










sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Águas Perigosas (White water summer, 1987) Clássico da Sessão da Tarde

Quem não foi criança ou adolescente nos anos 80 90 e nunca assistiu ao ótimo filme Águas Perigosas que atire a primeira pedra!!!

Para quem não conhece esse suuuuper claaassico da Sessão da Tarde passava inúmeras vez e tenho certeza que todas as vezes que era exibido todos assistiam.












O filme conta história do jovem e tímido Alan (Sean Astin) que tem o asar de seus pais 'deixarem' ele ir a uma viagem de acampamento com mais três garotos para a natureza selvagem.

Como já não bastasse o líder da expedição Vic (Kevin Bacon) fica pegando no pé do nosso protagonista (mas a de convir Alan fazia por onde). Existem pessoas que veem Vic como um vilão, mas ele não é nada disso, ele só quer que Alan supere seus obstáculos e amadureça como pessoa.

Alias Alan passa por muitas provações, coisas que seus colegas conseguiam tirar de letra, algumas delas bem difíceis mas sempre sendo superadas.

Mas aos poucos o clima entre Alan e Vic começa a esquentar.

Quer saber mais. Recomendo a todos. Quem já assistiu vai querer rever novamente (assim como eu que agora tenho em DVD) e quem nunca assistiu recomendo você não vai se arrepender.

Dois Coelhos

O cinema nacional está com tudo, e começa o ano muito bem com o filme Dois Coelhos. A projeção foi feita pelo novato Afonso Poyart e não é que ele acertou de forma perfeita!!!!

O roteiro é muito bom e os atores também: Alessandra Negrine, Fernando Alves Pinto entre outros. Quantas vezes assistimos a filme americano que só tinham efeitos especiais e história que é bom NADA!!!. Pois no caso desse filme pela primeira vez Afonso insere efeitos especiais ainda não vistos numa produção nacional, que acrescentam a trama a deixando mais interessante e prazerosa de se assistir.O filme não é contado de forma linear, e já na sua abertura o público toma um susto com uma cena bem forte (mas nada traumático) com o decorrer da trama vamos descobrindo toda a trama.

A Hora da Escuridão (The darkest Hour, CINEMA)

Não teria assistido esse filme nem se fosse de graça. Já tinha visto o trailer dessa 'pérola' e logo pensei: 'mas um filme tosco sobre invasão alienígena' ma um colega me chamou para assisti-lo e minhas conclusões se concretizaram.
A única diferença aqui é que nossa história se passa na fria Moscou, mas os nossos heróis aqui são quatro jovens americanos que precisam salvar o dia, depois de um rápido ataque alienígena no nosso planeta onde milhares de pessoas são dezimadas.
O filme é bem previsível, o elenco até que é interessante apesar de só temos de conhecido (e nem tanto assim) o ator (Emile Hirsch). Outro problema da película é que: apesar de termos um começo, não temos um meio e o fim, é o de sempre. Pelo menos não teremos uma sequencia, não graças ao mal desempenho nas bilheterias, mas sim porque o diretor resolve dar uma conclusão a mesma.